Entrevista com administradores da TradWiki – Parte 1

| 1 Comment

Bianca Bold (PLD Assistant Administrator)
Entrevistados: Pablo Cardellino Soto, Daniel Argolo Estill e Roseli Dornelles dos Santos

1. O que é a TradWiki e qual é o público-alvo?

A TradWiki é um projeto de enciclopédia nos moldes da Wikipédia com foco em tradução e interpretação. O público-alvo são tradutores, intérpretes, pesquisadores, estudantes, leitores e clientes de tradução e de interpretação — ou seja, qualquer pessoa com interesse sobre o assunto ou que tenha algo a dizer, a complementar e melhorar o conteúdo dos artigos.

Tradwiki

2. Para quem não conhece o formato “wiki”, como vocês explicariam?

É um projeto colaborativo em que os usuários podem ser os próprios autores, um formato aberto a todo tipo de contribuição, mesmo de quem não seja especialista. Nem todos elaboram artigos inteiros, pois é possível fazer pequenas contribuições, e o conteúdo vai crescendo aos poucos. Os artigos não são assinados, bem no espírito da Web 2.0, em que os próprios usuários podem gerar o conteúdo, resultando numa grande criação coletiva.

A plataforma é muito fácil de usar. Todos os artigos e páginas têm uma aba “editar”. Quando alguém quer fazer uma modificação, só precisa clicar nessa aba. As pessoas tendem a ter uma certa desconfiança, achando que vira bagunça, mas não vira. A experiência da Wikipedia e de diversos outros sites baseados no princípio wiki de colaborações rápidas e abertas, mostra que o sistema se autorregula. Os colaboradores/leitores chegam a consensos, mas também têm espaço para discordar e apresentar ideias diferentes. O conteúdo tende a amadurecer e se estabilizar com o tempo.

3. Por que ter uma wiki voltada para tradução e interpretação?

Em primeiro lugar, a tradução é um assunto tão vasto que merece uma enciclopédia só para ela. Além disso, a gente já tem a prática de discutir tradução há anos, nos mais diversos fóruns. Todo mundo que ler esta entrevista deve lembrar dos fóruns do Yahoo Grupos (que ainda existem), das comunidades de tradução do Orkut, e agora dos grupos do Facebook. Sempre houve muito debate, discussão e ajuda entre tradutores, tudo compartilhado livremente, de maneira desprendida e generosa. Infelizmente, muitas dessas informações acabam se perdendo por inúmeros motivos: problemas da internet, mensagens que somem porque seus autores deixaram o grupo ou as apagaram, ou ainda o esquecimento ou obsoletismo de uma rede social.

Com a TradWiki, temos muitas vantagens na forma de organizar o conteúdo. Numa enciclopédia como a Wikipédia, com milhões de artigos e trilhões de palavras, você encontra tudo o que quiser através de buscas. Como a TradWiki é menor, fica mais fácil ainda para os usuários encontrarem o que quiserem, desde que o artigo exista. Se não existir, o próprio sistema avisa que não há resultados para a busca e pergunta se você quer criar uma nova página sobre o assunto pesquisado.

Quanto a grupos e fóruns, uma coisa que sempre ouvimos é “Ah, se estou neste grupo, não estou naquele” e uma série de divergências entre participantes. Com a TradWiki, queremos congregar o conteúdo numa plataforma neutra e acessível a todos, com debates e divergências, mas sem o aspecto personalizado das redes sociais. Como disse certa vez Roney Belhassof, responsável pela hospedagem da TradWiki, o que está em destaque nas redes sociais é a pessoa que fala, mas o que está em evidência no sistema wiki é o conteúdo. Optamos por uma plataforma que destaca o que os participantes têm a dizer em primeiro lugar, e o resultado do trabalho em colaboração é um conhecimento até maior do que a soma das colaborações individuais.

4. Como vocês escolhem os tópicos, e como surgiu o “esqueleto” da página inicial?

Na verdade, são os usuários que escolhem o que colocar no índice da primeira página. Quando alguém sente falta de algo, pode ir lá inserir o tópico e criar um esboço de artigo numa página para outras pessoas complementarem. Assim, os artigos vão surgindo e crescendo, podendo ou não ser listados na página inicial.

No entanto, não é da natureza wiki a elaboração de um índice formal, como o de um livro. Imagine se seria possível criar um índice completo da Wikipédia? O que o sistema nos oferece é a criação de diversas categorias temáticas que incluem os respectivos artigos. As categorias podem ser visualizadas com a listagem de artigos incluídos, que é o mais próximo que podemos chegar de um índice completo, por enquanto. A organicidade vai acontecendo à medida que a rede é construída e os artigos remetem uns aos outros.

A primeira página funciona então como um roteiro para os colaboradores e leitores. Quando a gente começou e estruturar o site de forma coletiva, esse índice surgiu espontaneamente, à medida que o pessoal foi criando tópicos e colocando links para artigos na primeira página. De qualquer forma, a página inicial não mostra tudo o que tem na TradWiki e também contém links em vermelho, que apontam para páginas vazias. A área de interpretação, por exemplo, não tem quase conteúdo. Os intérpretes ainda não descobriram as vantagens e a importância de uma fonte de informações sólida e embasada como a TradWiki.

5. A ideia é manter a TradWiki em português ou expandir para outros idiomas?

Por enquanto, em português, por ser o início. Ainda estamos numa fase piloto, com muita coisa a aprender, mas esperamos que chegue a outras línguas também. Nesse caso, tudo o que está sendo feito em português poderá ser feito em outras línguas, e algumas coisas criadas em outras línguas poderão ser traduzidas e incorporadas à TradWiki em português. Ainda temos que pensar numa forma de organizar tudo. Antes de abrir outros canais, precisamos estar seguros do projeto, da infraestrutura, mas não temos nada contra se alguém quiser escrever um artigo em croata hoje, por exemplo.

>> 2ª parte da entrevista

 

Pablo Cardellino Soto desenvolveu a TradWiki e vem cuidando de toda a parte técnica. Tradutor e pesquisador de literatura traduzida, é bacharel em Letras, mestre e doutorando em Estudos da Tradução pela Universidade Federal de Santa Catarina. Uruguaio, traduziu obrasde Machado de Assis e de Carlos Eduardo de Magalhães para o espanhol. Com Walter Carlos Costa, traduziu O colóquio dos cães, de Cervantes, As Hortensias, de Felisberto Hernández, e Torquator, de Henry Trujillo, além de Um ano, de Juan Emar, para o português, entre outros textos. Publica regularmente resenhas e artigos sobre tradução em livros e revistas acadêmicas.

Daniel Argolo Estill idealizou e coordena o projeto da TradWiki. É tradutor técnico e literário desde 1992 e doutorando em Estudos da Linguagem com foco nos Estudos da Tradução da PUC-Rio.

Roseli Dornelles dos Santos é uma das administradoras e colaboradora regular da TradWiki. Tradutora e revisora desde 2006 no par de línguas italiano-português, atualmente tem mais de 20 obras publicadas. Professora de italiano desde 1993 e doutoranda no programa de Língua, Literatura e Cultura italiana da USP, desenvolve pesquisas na área de lexicografia bilíngue.

One Comment

  1. Pingback: Entrevista com administradores da TradWiki – Parte 2 - PLD

Leave a Reply

Required fields are marked *.



5 − = two