Profissão: tradutor

| 0 comments

Resenha_PROFT

Paula Ianelli (PLD Member)

No início de dezembro de 2014, depois da maratona de congressos e trabalhos do segundo semestre e antes das comemorações do final de ano, os tradutores paulistanos e visitantes tiveram o prazer de participar de dois dias repletos de palestras curtas e conversas animadas para discutir a nossa querida profissão. Essa foi a proposta singela do PROFT: promover uma troca de conhecimento entre iguais sem pompa nem burocracia.

Foi nesse contexto descontraído que ouvimos os relatos emocionantes do Capitão Israel Alves de Souza Júnior, exploramos técnicas de compensação com Reginaldo Francisco e aprendemos sobre a integração entre ferramentas de apoio à tradução (CAT) e tradução automática com William Cassemiro. Dentre tantos outros assuntos, o conteúdo do PROFT incluiu apresentações sobre legendagem, tradução jurídica, localização de jogos, interpretação, ferramentas, edição, libras, formação contínua, segurança das informações, formação universitária e a TradWiki ― a primeira enciclopédia online sobre tradução, escrita por tradutores e pesquisadores da área.

As oficinas foram um show à parte, com sessões lotadas e lista de espera. Aliás, o interesse pelo evento era tão grande desde o começo que foi necessário alterar seu local para um espaço adequado a um público maior ― uma decisão excelente, já que o auditório estava sempre lotado mesmo no novo espaço.

Nas palestras e corredores, o tom das conversas era de informalidade e colaboração: colegas experientes revendo amigos de longa data, tradutores iniciantes absorvendo cada informação e perguntando o que sempre quiseram saber e o sentimento geral de que é por meio desse tipo de troca que não apenas crescemos como profissionais autônomos, mas também desenvolvemos a nossa profissão. Foi esse o espírito do PROFT, um encontro simples e acessível com conteúdo caprichado e a certeza de que acima de tudo somos colegas e estamos todos no mesmo barco tradutório.

Podemos dizer, sem sombra de dúvida, que a querida organizadora Ana Julia Perroti-Garcia fez jus aos nossos mais sinceros agradecimentos pela realização de um evento tão agradável e produtivo na terra da garoa, uma bela despedida para encerrar 2014 e começar 2015 com o gás que a nossa profissão merece. E que venha o congresso da Abrates em junho!


PAULA IANELLI é tradutora e intérprete de português, inglês e espanhol há sete anos. Formada pela UNESP e pela PUC, certificada pela ATA e associada à ABRATES, suas principais áreas de atuação incluem marketing, recursos humanos, comunicação corporativa e localização de jogos. É apaixonada por tradução desde criança e se sente privilegiada por poder fazer o que ama todos os dias do conforto do seu home office.

Leave a Reply

Required fields are marked *.



nine − 4 =