ALERTA: Suposta associação sem fins lucrativos está envolvida em caso de apropriação indevida de identidade

| 0 comments

Photo Credit: Nils Werner @ Photopin

Photo Credit: Nils Werner @ Photopin

Rafa Lombardino

No fim da semana passada, um caso de apropriação indevida de identidades chocou tradutores e intérpretes em todo o mundo. Foi descoberto que a Association/Alliance of Applied Translators and Interpreters International (AATII) publicou um banco de dados imenso com informações sobre milhares de tradutores e intérpretes, sem que a grande maioria deles tivesse criado uma conta e divulgado as suas informações no site.

O banco de dados cobria diversas combinações de idiomas e a maioria das informações exibidas em cada perfil condizia com os dados publicados pelos próprios tradutores em outros sites, mas ainda não foi possível determinar de onde esses dados foram “puxados” ―apesar de algumas fontes apontarem para sites de grande destaque, como Proz, ATA, AIIC e ITI. Alguns perfis traziam até fotos dos profissionais e imagens escaneadas de diplomas e certificados de tradução/interpretação.

A característica mais peculiar dessa ocorrência é que TODOS os tradutores/intérpretes no banco de dados pareciam oferecer US$ 0,08 por palavra, sendo que todos sabemos que não existe harmonia de tarifas num meio profissional de trabalhadores autônomos como o nosso. Quem visitasse o banco de dados poderia fazer uma busca por par de idiomas e entrar em contato com o tradutor selecionado. Porém, como o link remetia a uma página de contato dentro do próprio site, é muito difícil saber como a comunicação seria realmente feita. Os tradutores receberiam uma mensagem da AATII sobre a oportunidade de trabalho? Ou a tradução seria fornecida por outrem e, consequentemente, o pagamento seria embolsado pela própria AATII?

Para confundir ainda mais a situação, a AATII pode ser encontrada em dois websites:

  1. AATII.com » A página principal da aliança facilita a pesquisa por tradutores e intérpretes em diversas combinações de idioma e, até a semana passada, apropriava-se indevidamente da identidade de milhares de tradutores e intérpretes
  1. AATII.org » O site oficial da associação, cuja sede fica no Canadá, e que traz informações sobre como se tornar associado e obter credenciais.

Após um verdadeiro bombardeio online, começamos a receber respostas dos responsáveis pela AATII. As justificativas para o comportamento de tal associação/aliança, assinadas por Lixin “Clint” Cheng, incluíram o seguinte:

  • Somos uma empresa nova, aberta há poucos meses
  • Criamos um concurso de tradução para anunciar a nossa presença em grande estilo
  • Também sou tradutor e trabalho com afinco de um escritório de casa
  • Nunca foi nossa intenção deixar ninguém chateado; queríamos criar uma comunidade
  • Nós nos esforçamos ao máximo para que tudo seja feito de maneira legítima
  • Fique à vontade para visitar o site e confirmar que você não está na lista se não nos deu permissão para tanto

Aqui está a justificativa oficial da AATII.

O alerta foi dado pela primeira vez no dia 8 de abril por uma tradutora espanhola, que abriu um tópico para debates no site Proz após ler o anúncio no Twitter sobre um “concurso de tradução” patrocinado pela AATII. Porém, a notícia só começou a se alastrar mesmo no dia 14, quando mais e mais tradutores que participam ativamente das mídias sociais começaram a comentar o fato.

Apesar de parecer que o caso foi resolvido com a retirada de 99% dos nomes do banco de dados, recomendamos que os colegas fiquem de olho no site para confirmar que as suas informações não aparecerão (novamente) por lá sem a sua autorização!

MAIS INFORMAÇÕES:

Translator Scammers

TranslatorsCafe Forum

Scam alert: AATII and a possible large-scale identity theft

Scam and Talk About it: Contest Alerts Translators to Stolen Profiles

AATII is having a bad day

Update on AATII

AIIC Responds to Unauthorized Use of Member Info by AATII

AATII: Fraude y robo de identidad


 

rafa orangeRAFA LOMBARDINO is a translator and journalist from Brazil who lives in California. She is the author of “Tools and Technology in Translation ― The Profile of Beginning Language Professionals in the Digital Age,” which is based on her UCSD Extension class. Rafa has been working as a translator since 1997 and, in 2011, started to join forces with self-published authors to translate their work into Portuguese and English. In addition to acting as content curator at eWordNews, a collective blog about translation and literature, she also runs Word Awareness, a small network of professional translators, and coordinates Contemporary Brazilian Short Stories (CBSS), a project to promote Brazilian literature worldwide.

Leave a Reply

Required fields are marked *.



six × 2 =